• Larissa Moraes

Programa Identidade Jovem garante benefícios a jovens de baixa renda


INFORMATIVO ASCAR/EMATER: IDENTIDADE JOVEM


A Identidade Jovem é um novo benefício criado pelo Governo Federal, com o intuito de auxiliar jovens a ter acessos a eventos culturais, transporte interestadual, e outros eventos, pagando somente meia entrada. O benefício será concedido através de um documento de identificação virtual pessoal e será destinado a jovens de baixa renda, com idade entre 15 a 29 anos de idade. Confira abaixo todos os detalhes sobre o benefício, como fazer, como funciona e onde poderá ser utilizada a ID Jovem.


Como Funciona a ID Jovem?

A ID Jovem é um documento de identificação pessoal para jovens de 15 a 29 anos. De posse deste documento que será digital, o cidadão poderá ter acesso a vários eventos pagando somente o valor referente a metade do evento.

O documento dos jovens será virtual e controlado pela Caixa Econômica Federal, que ficará responsável também em desenvolver a página da web e aplicativo que permitirão aos jovens o acesso às informações sobre o benefício, além de consulta, alteração e emissão de segunda via do documento, tudo através do celular.


Quem Tem direito a Identidade Jovem?

Para ter direito ao documento da ID Jovem, além de comprovar idade entre 15 a 29 anos, é obrigatório que o cidadão comprove também renda familiar de até dois salários mínimos.

Para que tenha direito a identidade, é obrigatório também estar inscrito no Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal (CadÚnico, realizado na Sec. de Assistência Social do seu município), que é um sistema que controla o cadastro dos dados de cidadãos de baixas rendas no Brasil. É necessário estar com dados atualizados no sistema nos últimos 24 meses.

Através da análise dos dados do sistema, o Governo poderá identificar quais são as famílias que tem direito a benefícios sociais, como Bolsa Família, Salário Família e agora também o Identidade Jovem.


Onde poderá ser usada?

A carteira de identificação para jovens no Brasil poderá ser usada para acesso de meia entrada em eventos artístico-culturais, como shows, teatros, eventos esportivos, como jogos de futebol, além de passagens para transporte interestadual gratuito ou com custo reduzido.


Como fazer a Identidade?

A emissão documento de identidade do jovem de baixa renda se dará de forma virtual, através de um aplicativo para smartphones com sistema Android, IOs e Windows Phone, a ser desenvolvido pela Caixa Econômica Federal. Para emitir a identidade será utilizado o Número de Identificação Social (NIS) do cidadão.

O aplicativo irá gerar um documento de identidade virtual com validação de segurança através de QR CODE, que poderá ser utilizado para entradas nos eventos e atividades informados acima e, que estão de acordo com as regras do programa. Através do site da Caixa também será possível emitir o documento do jovem. O documento também poderá ser emitido através de imagem, de forma a auxiliar àqueles que não possuem celulares com função de instalação de aplicativos.


Credenciamento da ID Jovem

Será a Caixa Econômica Federal a responsável em fiscalizar todo o sistema de credenciamento e cadastro do Projeto Identidade Jovem. Através do aplicativo para smartphones, a empresa poderá controlar o acesso aos jovens que tem direito ao benefício e também aos estabelecimentos comerciais que darão acesso a meia entrada.

De acordo com Marina Sinott, este Projeto foi lançado no nosso estado, no 3º Encontro de Primeiras-Damas do Estado dia 24/05, do qual ela se fez presente, representando o município de Piratini-RS.


Mais informações e cadastros no endereço eletrônico: http://identidadejovem.net/


banner ideau.jpeg
  • Grey Facebook Icon
  • Grey Twitter Icon

Nativa FM 94.1 - Todos os direitos reservados © 2020