• Canguçu Online

Canguçu decreta Estado de Calamidade Pública

Sem alternativas para sanar as despesas, o Hospital de Caridade de Canguçu (HCC) se mantém em funcionamento a partir de doações da comunidade local. No dia 15 de outubro, vence a primeira parcela da dívida de R$ 2,3 milhões com os 30 médicos do Hospital. Fatores como endividamento administrativo, falta de reajuste na tabela do Sistema Único de Saúde (SUS) e pouco repasse de recursos colaboraram para o agravamento da situação.


Para o Decreto do Estado de Calamidade Pública, também foram considerados ainda os repasses mensais referentes ao convênios do Município com o Hospital, que presta serviços como: — Plantão 24 horas presencial em sala de parto nas especialidades de ginecologia, pediatria e obstetrícia: R$ 103 mil — Serviços de pronto atendimento no horário noturno e finais de semana e feriados: R$ 75 mil — Serviço de anestesiologia: R$ 42,9 mil.

O Decreto foi assinado pelo prefeito Vinicius Pegoraro no dia 4 deste mês, mas foi publicado pela Prefeitura de Canguçu somente nesta segunda-feira (9).

Foram apontados ainda, no Decreto, fatores como o Hospital de Caridade de Canguçu ser uma instituição essencial para o tratamento de saúde, não só de Canguçu, como de toda a região, sendo referência na prestação de diversos serviços. A interrupção no atendimento poderia causar prejuízos irreparáveis aos munícipes;


Confira o documento completo: http://www.cangucu.rs.gov.br/uploads/noticia/24344/Decreto_Hospital.pdf

  • Grey Facebook Icon
  • Grey Twitter Icon

Nativa FM 94.1 - Todos os direitos reservados © 2020