Lixeiras são alvo de vandalismo no Bairro Sinuelo


Plástico e lixo queimado foi o que restou duas das três lixeiras colocadas pela Secretaria Municipal de Meio Ambiente na rua principal de acesso ao Bairro Sinuelo, o que ocorreu em agosto deste ano com o objetivo de sanar definitivamente a área que mais apresentava problemas com detritos depositados pelos moradores de forma inadequada.


Na madrugada desta quinta-feira, 01, as lixeiras foram alvo de vandalismo ao serem totalmente destruídas pelo fogo de forma premeditada.


O ato teve o repúdio da Prefeitura Municipal de Piratini, que se manifestou através de Glauber Morais, licenciador ambiental do município.


“Foi maldade. Enquanto a administração, parceiros e membros da população lutam pela recuperação ambiental, e desta forma termos uma cidade mais limpa e agradável, outros fazem exatamente o oposto ao colocar fogo em um patrimônio que é de todos nós”, disse Glauber.


Os recipientes destruídos fazem parte de uma ação da pasta responsável que, em agosto deste ano, levou à prefeitura a investir R$ 30 mil em quarenta coletores distribuídos nos locais mais problemáticos em relação ao lixo produzido nas residências.


Ao repudiar o ato incompreensível no Sinuelo, o licenciador disse que a eficácia obtida com o investimento para a finalidade almejada é tamanha que a prefeitura decidiu adquirir mais doze contêineres com o mesmo padrão, investido desta forma, outros R$ 15 mil, o que vai permitir chegar aos locais não beneficiados na primeira etapa do projeto.