• www.correiodopovo.com.br

Moro convida superintendente do Paraná Maurício Valeixo para direção-geral da PF

Delegado é ex-diretor de Inteligência da Polícia Federal


Atual superintendente da Polícia Federal no Paraná, Maurício Valeixo foi convidado pelo futuro ministro da Justiça, Sérgio Moro, para ocupar o cargo de diretor-geral da corporação. Valeixo, descrito como "profundamente operacional", deve substituir o também delegado Rogério Galloro, mais respeitado como intelectual do que operacional. Ex-diretor de Inteligência da PF, Valeixo foi antes diretor de uma outra área-chave para a gestão do futuro ministro da Justiça: a de Combate ao Crime Organizado.


Moro só não anunciou oficialmente o nome de Valeixo - com quem mantém boa relação desde a década de 90 - porque ainda monta o quebra-cabeça do ministério e o delegado, apesar de praticamente definido para a PF, é uma peça que se encaixaria em mais de uma posição. O anúncio deve sair nesta semana.


Em outro movimento, Moro confirmou na segunda-feira os delegados da PF Érika Marena e Rosalvo Ferreira Franco - pioneiros da Lava Jato - como os primeiros nomes na equipe de transição. Ambos ajudaram a construir e consolidar o modelo de apuração adotado na operação, com forças-tarefa para assuntos prioritários. No início do mês, Moro disse que pretende adotar esse estilo para combater o crime organizado em todo o País.


Lava Jato


Deflagrada em março de 2014, a Lava Jato é considerada a maior investigação contra a corrupção já realizada no País. Segundo fontes ouvidas pela reportagem, Érika pode ser escolhida por Moro para comandar órgão estratégico para investigações internacionais no ministério: o Departamento de Recuperação de Ativos e Cooperação Jurídica Internacional (DRCI).


Um terceiro indicado para integrar a equipe de Moro na transição é Fabiano Bordignon, chefe da PF em Foz do Iguaçu (PR), que não atuou na Lava Jato. Cotado para assumir o Departamento Penitenciário Nacional (Depen), ele já foi diretor da Penitenciária Federal de Catanduvas, no Paraná, e em Foz do Iguaçu investigou a rota do crack no Brasil - a cidade se tornou um ponto de entrada da droga no País nos últimos anos.

  • Grey Facebook Icon
  • Grey Twitter Icon

Nativa FM 94.1 - Todos os direitos reservados © 2020