• www.correiodopovo.com.br

Discussão em grupo de whatsapp pode levar vice-presidente do Inter para comissão de ética


Inove entrou com representação contra Norberto Guimarães

Entumecida pelo caldeirão eleitoral, uma simples discussão em um grupo de whatsapp após uma derrota do Inter no Campeonato Brasileiro pode levar um dos atuais vice-presidentes do clube para julgamento na Comissão de Ética. O assunto também será analisado pela Comissão Eleitoral do clube, que organiza as eleições que escolherão o presidente, um novo conselho de administração e também renovarão 150 cadeiras do Conselho Deliberativo em 8 de dezembro.

O imbróglio envolve o vice-presidente de comunicação social do Inter, Norberto Guimarães. Em tese, ele é responsável por organizar os consulados do clube por todo o Brasil e pelo mundo, que ajudam a inflar o quadro de associados e recepcionam a delegação colorada em suas viagens. Por isso, o dirigente mantém um grupo de whatsapp com esses representantes colorados em várias cidades.

No dia 18 de novembro, após a derrota do time colorado para o Botafogo, no Rio de Janeiro, por 1 a 0 pelo Brasileirão, um dos integrantes do grupo lamentou o resultado, que tirava o Inter da luta pelo título brasileiro, e disse que a “síndrome de perder fora de casa” voltara. Seguiu-se uma discussão com outros integrantes do grupo que discordavam da opinião até a intervenção de Guimarães que usou adjetivos como “oportunista”, “hipócrita” e “secador”.

A seguir, o trecho da fala do vice-presidente de comunicação social no grupo de whatsapp:

“Candidato do Inove sempre aproveita derrotas do Inter. Já estamos acostumados, há 2 anos ocorre isto. Oportunistas só aparecem nas derrotas. E quando foram convidados pra compor a gestão em 2016 fugiram. Por política. “Ou seja covardes e oportunistas. Mas o Inter não quer vocês graças a Deus. Onde o senhor estava nos últimos anos? Oportunista, não vai levar.

A representação contra Norberto Guimarães foi entregue para a ouvidora geral do clube, Najla Diniz, e para o presidente do Conselho Deliberativo, Sérgio Jüchem, em papel timbrado do Inove Inter, agrupamento político que faz oposição à chapa de Marcelo Medeiros e, consequentemente, a Norberto Guimarães, nas eleições coloradas. O documento está baseado no artigo 16 do Estatuto do clube, que prevê como punições como suspensão e até exclusão do quadro social, e no artigo 5 do Código de Disciplina. A reportagem do CP entrou em contato com Norberto Guimarães por telefone e também por whatsapp, mas não obteve retorno.


  • Grey Facebook Icon
  • Grey Twitter Icon

Nativa FM 94.1 - Todos os direitos reservados © 2020