Operação de combate à lavagem de dinheiro envolve empresários e políticos no Vale do Sinos

Segundo a polícia, grupo teria movimentado cerca de R$15 milhões, desde 2012, em empresas de transportes e demolidoras de veículos, além de comprar bens móveis e imóveis em nome de terceiros. Uma pessoa foi presa em flagrante por porte ilegal de arma.

A Polícia Civil realiza uma operação, na manhã desta quarta-feira (12), de combate à lavagem de dinheiro no Vale do Sinos, na Região Metropolitana de Porto Alegre. De acordo com as investigações, o chefe de uma facção criminosa agia de dentro do presídio. O esquema envolve empresários e políticos da região. São cumpridas 15 ordens judiciais de busca e apreensão em Novo Hamburgo. Uma pessoa foi presa em flagrante por porte ilegal de arma.


Segundo a polícia, o grupo teria movimentado cerca de R$15 milhões, desde 2012, em empresas de transportes e demolidoras de veículos, além de comprar bens móveis e imóveis em nome de terceiros.


Mais de 90 policiais participam da Operação Consilium em busca de documentos e provas das ilegalidades.