• Nael Rosa

Empresária sofre assalto à mão armada em saída de festa Natalina


A empresária Gislaine Cortez Lafuente entende que levará certo tempo para se reequilibrar emocionalmente do episódio violento pelo qual passou na madrugada do dia de Natal. Ela foi vítima de um assalto à mão armada logo após sair do baile alusivo à data realizando na Sociedade Recreio Piratiniense (SRP), praticado por dois indivíduos da raça negra, um deles armado com um revólver.


“Decidi sair mais cedo da festa a qual estava com meus filhos. Quase no final da quadra, já perto de minha residência, fui atacada por eles”, relata a vítima.


Após o anúncio do crime a dupla de bandidos tentou tomar a bolsa que Gislaine portava, mas mesmo sabendo que isso não é aconselhável, principalmente quando o assaltante está armado, ela reagiu.

“Sei que não deveria ter reagido, mas fiz. Eu gritei muito, mas é claro, ninguém apareceu. Então um deles puxou a bolsa e eu tentei impedir, a bolsa onde estava meu celular e a chave de minha casa então arrebentou, caiu o chão e o outro indivíduo apanhou. A seguir os dois saíram em disparada”, relembra Gislaine que amplia dizendo que por ter ficado muito nervosa não conseguiu prestar atenção na fisionomia dos ladrões.



“Estou assustada por não termos segurança, mas sei que se estivesse com meus filhos que permaneceram no baile poderia ter sido muito pior. Nasci e cresci em Piratini e estou apavorada por não ter mais o direito de ir e vir”, encerrou.


  • Grey Facebook Icon
  • Grey Twitter Icon

Nativa FM 94.1 - Todos os direitos reservados © 2020