• Grey Facebook Icon
  • Grey Twitter Icon

Nativa FM 94.1 - Todos os direitos reservados © 2020

  • Larissa Moraes

Caso Letícia: Júri Popular decide pela condenação do acusado por feminicídio


Após votação do Júri Popular, formado por 7 Piratinienses escolhidos por sorteio, o Júri sobre o caso Leticia se encerra com o resultado inesperado, tanto pela defesa - na pessoa do advogado Wilbor Pinheiro, quanto pela acusação - Promotor José Olavo dos Passos. ⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀ A indicação, de acordo com o promotor e também o advogado seria pela permanência do réu no IPF (Instituto Psiquiátrico Forense), em Porto Alegre, onde Luciano já se encontra desde 2018, e assim permaneceria em tempo indicado pelos psiquiatras. ⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀ O Júri começou as 10h desta quinta-feira e se encerrou por volta das 12h15, e, diferentemente de outros Júris, não houveram testemunhas e nem depoimento do réu - este que esteve no local, mas não pôde comparecer devido um surto psicótico. ⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀ A votação se deu à favor da condenação de Luciano da Rosa Marques, assassino confesso de Letícia Dutra. Onde o Juiz, Dr. Igor Guerzoni Paolinelli Hamade definiu a pena por 18 anos em princípio em regime fechado, dos quais 3 já foram cumpridos por ele. ⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀ Na defesa, Wilbor Pinheiro, afirma que entrará com o recurso admitido por lei e recorrerá a decisão do Juiz junto ao Tribunal de Justiça do Estado.

#RELEMBRE O CASO: Homem acusado de assassinar esposa é julgado nesta quinta-feira em Piratini