• Larissa Moraes

Homem acusado de assassinar esposa é julgado nesta quinta-feira em Piratini


Em 76% dos casos das mulheres vítimas de feminicídio no Brasil, os agressores são o atual ou o ex-companheiro, que não se conformam com o fim do relacionamento. Em 2018, foram registrados 1.173 feminicídios; um aumento de 12% em relação a 2017. A cada dois segundos, uma mulher é agredida no país.

Há exatos 3 anos e 4 meses, em 23 de janeiro de 2016, no bairro Padre Reinaldo uma família era destruída. Luciano da Rosa Marques, de acordo com a acusação, espancou sua esposa Letícia Dutra, com golpes de enxada na cabeça até a morte na frente dos três filhos do casal.

De acordo com familiares, Luciano sempre foi muito agressivo com a esposa, a qual já havia falado diversas vezes em querer a separação - talvez esse, o fator predominante para a possessão do mesmo.

Após o crime, Luciano - hoje com 38 anos -, foi levado ao Presídio Estadual de Canguçu, porém, no ano passado, após alguns laudos apresentados pela defesa do acusado, o mesmo foi transferido para o Instituto Psiquiátrico Forense, em Porto Alegre.

O promotor, responsável pela acusação é o Piratiniense José Olavo dos Passos. O julgamento está previsto para começar às 09:30h desta quinta-feira na AABB de Piratini.


  • Grey Facebook Icon
  • Grey Twitter Icon

Nativa FM 94.1 - Todos os direitos reservados © 2020