• Correio do Povo

Funcionários da Santa Casa de Pelotas iniciam greve


Por Angélica Silveira

Os funcionários da Santa Casa de Misericórdia de Pelotas iniciaram greve para reivindicar o pagamento dos salários em dia. Os trabalhadores, que se revezam em vigília em frente à casa de saúde, também cobram os depósitos do Fundo de Garantia. A direção do hospital informou que vai se manifestar sobre o assunto nesta segunda-feira.

A Santa Casa tem 282 leitos e 1,1 mil funcionários. “Há três anos, os salários estão sendo parcelados em várias vezes sem uma data fixa. Muitos também saem de férias e não recebem o dinheiro mesmo um mês depois de voltarem”, lamenta o técnico em Enfermagem André Pinheiro. Segundo a categoria, a instituição deve 76% do salário de julho. “Os 12% que faltavam para quitar junho foram pagos na semana passada e, na sexta-feira, entrou parte de julho. Estamos em uma bola de neve. Há colegas que optam por faltar comida em casa ou receber uma ordem de despejo.”

Segundo os grevistas, 30% da categoria segue desempenhando as funções em todos os setores. “Entendemos a crise que a Santa Casa está passando, mas com essa situação de salários parcelados não tivemos alternativa senão parar.” Conforme os funcionários, o CTI do hospital está sem insumos para atender pelo SUS.

A presidente do Sindisaúde, Bianca D’Carla, afirma que os trabalhadores reivindicam o pagamento de uma parte dos salários no início do mês e a outra no final ou todo o valor no fim. Ela adianta que nesta terça-feira ocorre audiência na Justiça do Trabalho para tratar da questão salarial. Também prossegue a campanha de arrecadação de alimentos não perecíveis para os funcionários e, conforme Bianca, as doações podem ser entregues na sede do sindicato, na rua Marechal Deodoro, 360.


  • Grey Facebook Icon
  • Grey Twitter Icon

Nativa FM 94.1 - Todos os direitos reservados © 2020