• Douglas Dutra

Aulas remotas voltam na próxima segunda em Piratini

As aulas da rede municipal de ensino de Piratini voltam nesta segunda-feira (8), de forma remota. Com o agravamento da pandemia, a Secretaria Municipal de Educação não tem previsão de retorno presencial na modalidade híbrida, pelo menos no primeiro trimestre. Na modalidade híbrida, parte dos alunos acompanha as aulas presencialmente, e outra parte a distância, em sistema de rodízio.

Já no dia 8, os professores começam a entregar os materiais impressos para os alunos estudarem em casa. A entrega será feita nas escolas e nas casas dos alunos por profissionais da secretaria.


Outro fator que adia o retorno às aulas é a burocracia para os contratos do transporte escolar.


Segundo o secretário de Educação, Marcos Barcelos, mesmo que houvesse autorização para retomada das aulas presenciais, a Prefeitura não teria condições de voltar devido à burocracia para licitação das linhas do transporte escolar.


Além disso, a secretaria precisaria alocar professores de outras áreas para suprir a ausência de professores dos grupos de risco.


O ponto de maior preocupação, porém, é a falta pessoal de manutenção e limpeza, já que muitos são de grupos de risco e não há pessoal excedente.


De acordo com o secretário, o retorno em Piratini será determinado pelas condições locais, e as escolas da rede estadual também deverão acatar os decretos municipais.


Sobre as perdas de aprendizado decorrentes do ensino remoto, o Marcos diz que uma das ideias é, no retorno pleno às aulas presenciais, realizar atividades de revisão do conteúdo nos turnos inversos.

“Na verdade, o aproveitamento é bem pequeno. Esse sistema é para o aluno não perder o contato com a escola”, diz o secretário.


O secretário Marcos Barcelos falou à Nativa FM em entrevista exclusiva, que você poderá ouvir neste sábado (6), a partir das 9 da manhã, no Nativa Variedades.


Siga-nos

  • Grey Facebook Icon
  • Grey Twitter Icon

Nativa FM 94.1 - Todos os direitos reservados © 2020