Dezembro já é o mês com mais casos de Covid-19 em Piratini

Com 46 diagnósticos em 15 dias, dezembro já é o mês com mais confirmações de casos de Covid-19 em Piratini desde o começo da pandemia.

Em 15 dias, dezembro se tornou o pior mês da pandemia em Piratini

Os 46 casos confirmados batem a marca do mês anterior e confirmam o aumento do contágio em Piratini e na região, seguindo a tendência de números recorde. Em novembro, foram confirmados 43 casos em Piratini. Em outubro, foram apenas 10.


Além do alto número de diagnósticos, Piratini também chegou à marca de três mortes por coronavírus em dezembro. O primeiro óbito foi registrado em junho, os dois últimos, foram ambos em dezembro.


O rápido aumento do contágio tem impactado também a gestão de leitos. Na região de Pelotas, da qual Piratini faz parte, 88,7% dos leitos de UTI adulto estão ocupados na manhã desta quarta-feira (16).

Um aumento significativo pode ser observado a partir do final de outubro

Com a alta taxa de ocupação, os pacientes têm sido encaminhados para UTIs em municípios fora da região. Nesta quarta, um dos pacientes está em UTI na cidade de Dom Pedrito, que faz parte da região de Bagé, e outro está internado em Camaquã, na região de Guaíba.


Para esta semana, a Prefeitura de Piratini renovou os protocolos de bandeira vermelha. Apesar de classificada em bandeira preta pelo governo do Estado, a região faz parte do sistema de cogestão, o que permite que se adotem medidas mais brandas.


Colaborou: Fernando Leichtweis