Governo reforça orientações e cuidados para retorno do ensino presencial no RS


O governo do Rio Grande do Sul, através do Centro Estadual de Vigilância em Saúde da Secretaria Estadual de Saúde (SES), divulgou uma nota técnica com recomendações de cuidados em relação ao retorno presencial às aulas na educação básica. A data do retorno obrigatório é dia 8 de novembro, nesta segunda-feira.


Segundo a nota, a comunidade escolar deve observar o uso correto de máscaras, a higienização das mãos, em especial, antes das alimentações, além da garantia da ventilação de ambientes.


A Secretaria também reforça para que pais ou responsáveis não permitam que a criança ou adolescente frequente a escola quando estiver com sintomas respiratórios e gastrointestinais, tais como: espirros, coriza, tosse, diarreia ou vômito.


A pasta também recomenda para que a criança ou adolescente não frequente a escola quando houver caso confirmado para Covid-19 no ambiente domiciliar, por um período de 14 dias a contar da confirmação ou do início dos sintomas.


Confira a nota na integra aqui