top of page

Grêmio fica no empate e sai de campo vaiado


Foto: Lucas Uebel / Grêmio FBPA

Grêmio e Criciúma entraram em campo ontem à noite em Porto Alegre pela oitava rodada da Série B. A equipe tricolor decepcionou os poucos mais de 10.000 torcedores que enfrentaram a noite fria para apoiar o time.


Mesmo em um jogo fraco, o Grêmio dominou a equipe adversária durante todo o confronto, teve as melhores oportunidades de marcar o gol, mas também sofreu alguns sustos. Logo aos 5 minutos do primeiro tempo Diego Souza dominou dentro da área mas a conclusão foi ruim. Depois foi a vez do Criciúma assustar, em chute cruzado da esquerda que atravessou a área, Hygor chegou centímetros atrasado e por pouco não marcou o gol para o time de Santa Catarina. Aos 30 minutos Diego Souza teve a melhor chance do jogo, recebeu sozinho dentro da área, cara a cara com o goleiro adversário, mas chutou em cima de Gustavo, no rebote Biel teve a chance de marcar mas o arqueiro do Criciúma fez outra boa defesa.


No segundo tempo, o Grêmio só conseguiu criar perigo aos 25 minutos, Vilasanti teve boa oportunidade de abrir o placar mas cabeceou no meio do gol, fácil para o goleiro Gustavo. Aos 50 minutos a última oportunidade criada foi desperdiçada por Elias que entrou sozinho na área se jogou de peixinho para cabecear, mas não conseguiu colocar a bola na direção do gol.


A paciência da torcida com a direção tricolor parece ter se esgotado. Já no intervalo do jogo a equipe foi vaiada, mas os principais alvos da fúria da torcida novamente foram o Presidente Romildo Bolsan e o diretor Denis Abrahão que ouviram xingamentos e pedidos para que deixem o Grêmio.


Com o empate o Grêmio segue fora do G4, a equipe ocupa o 6º lugar com 12 pontos ganhos em 8 partidas e pode até acabar a rodada na 7ª posição se o jogo entre Operário x Ituano, que acontece neste sábado as 11:00 horas, terminar com vitória de qualquer equipe por mais de dois gols de diferença.


Positivo: mesmo ainda em baixo número, mas o Grêmio conseguiu criar oportunidades de gol e deu poucos espaços para a equipe do Criciúma.


Negativo: Enquanto o cenário político estiver em aberto e os candidatos para as eleições ao governo do estado não forem definidos, Romildo Bolzan não vai conseguir convencer o torcedor gremista de que está focado na volta da equipe para a primeira divisão do futebol brasileiro.

Comments


bottom of page