• Douglas Dutra

Larva de mosquito da dengue é identificada em Piratini

Larvas de Aedes aegypti, o mosquito causador da dengue, foram encontradas pela primeira vez em Piratini na última terça-feira (27). O anúncio foi feito pela Secretaria Municipal de Saúde na noite desta quinta (29).


Segundo a secretaria, a larva foi encontrada no bairro Cancelão durante uma verificação de rotina a uma armadilha.


Agentes da Vigilância em Saúde atuarão nas proximidades do local orientando os moradores para os procedimentos e cuidados contra a proliferação do mosquito.

Dengue é transmitida pelo Aedes aegypti. Foto: James Gathany

Na nota publicada, a pasta explica que a dengue é causada pela picada do mosquito, e tem as variações clássica e hemorrágica, que pode levar à morte.


A população deve ficar atenta a locais com água parada que propiciam a proliferação do inseto.


Segundo o Centro Estadual de Vigilância em Saúde (CEVS/RS), o Rio Grande do Sul registrou 3.014 casos de dengue no estado em 2021 até o último dia 24, e já foi identificada a presença do mosquito em ao menos 409 dos 497 municípios gaúchos. Quatro óbitos foram registrados pela doença em Erechim, Santa Cruz do Sul e Bom Retiro do Sul.


Na região de Pelotas, foi registrado apenas um caso até o momento em 2021. Em 2020 foram 4 casos.


Os principais sintomas da dengue são febre alta, erupções na pele, dores de cabeça, nos músculos e nas articulações. Em casos graves e, especialmente, em caso de reinfecção, há risco de hemorragia intensa e choque hemorrágico que podem levar à morte.

Siga-nos

  • Grey Facebook Icon
  • Grey Twitter Icon

Nativa FM 94.1 - Todos os direitos reservados © 2020