• Douglas Dutra

Nova coleção chega ao Museu de Piratini na próxima segunda-feira

A coleção TcheVoni Farrapo chegará ao Museu Histórico Farroupilha de Piratini na próxima segunda-feira (19). As quase mil peças serão transportadas da Secretaria da Cultura do Estado, em Porto Alegre, para Piratini, com escolta da Brigada Militar.

As peças fazem parte de um acervo construído por Volnir dos Santos Júnior, conhecido como TcheVoni. Gaúcho residindo em Natal, no Rio Grande do Norte, construiu sua coleção durante mais de 20 anos, com livros e objetos históricos, como moedas, espadas e balas de canhão que ajudam a uma reconstrução mais fiel do período da Revolução Farroupilha.


Em 2019, TcheVoni manifestou o desejo de doar a sua coleção ao Museu Histórico Farroupilha, e em outubro daquele ano a secretária da Cultura do RS, Beatriz Araújo, e a diretora do museu, Francieli Domingues, foram ao encontro dele em Natal para concretizar essa doação.


As peças foram trazidas ao estado em dezembro de 2019, com ajuda da Força Aérea e do Exército brasileiros para o transporte aéreo e terrestre.


Em Porto Alegre, técnicos do Departamento de Memória e Patrimônio da Secretaria da Cultura catalogaram as peças ao longo dos últimos meses. “Abrimos todas as caixas, verificamos o conteúdo, numeramos e criamos fichas de cadastro com fotos para cada uma das peças. Depois, fizemos o devido acondicionamento para o novo transporte”, diz o assessor especial de Memória e Patrimônio da Secretaria da Cultura, Eduardo Hahn.


Para receber a coleção, o Museu Histórico Farroupilha precisou passar por uma qualificação do seu espaço, recebendo novo mobiliário e melhorias nas partes elétricas, de iluminação e de reserva técnica do museu.


A partir da chegada das peças na segunda-feira, a equipe do museu irá trabalhar classificando as peças e acondicionando na reserva técnica. O trabalho de pesquisa histórica servirá para a construção da primeira exposição com as peças. A previsão de inauguração da nova exposição está prevista para setembro, mês das comemorações da Revolução Farroupilha, com a vinda do doador Volnir dos Santos Júnior.


“A grandeza histórica e cultural deste acervo e o gesto de TcheVoni compõem um novo capítulo da história gaúcha. É parte da República Rio-grandense voltando para a capital Piratini. O nosso sentimento de emoção e gratidão é incontestável”, diz a diretora do Museu, Francieli Domingues.

Com informações de Ariel Lopes/Ascom Sedac. Foto de Rafael Varela.