• Redação

Ofensiva nacional contra violência doméstica cumpre 61 mandados de prisão no RS

Em janeiro deste ano, a cada oito minutos, uma mulher foi vítima de violência no Rio Grande do Sul. São crimes como ameaças, agressões, estupro e até feminicídios, quando a vítima é assassinada por questão de gênero. E os autores, na maioria dos delitos, são parceiros com quem elas mantêm relacionamentos.

É como forma de tentar enfrentar essa realidade que o Estado integra ofensiva nacional nesta quinta-feira (4). O principal objetivo da Operação Marias é prender envolvidos em violência doméstica, especialmente por casos de descumprimento de medidas protetivas e feminicídios.


No Rio Grande do Sul, estão sendo cumpridos 61 mandados de prisão preventiva. Outra etapa da ação é a verificação de mais de 300 medidas protetivas — neste caso, o objetivo é conversar com as vítimas e saber se as ordens judiciais, que podem, por exemplo, proibir a aproximação do agressor, estão sendo efetivamente cumpridas.

Por Letícia Mendes, GaúchaZH

banner ideau.jpeg
  • Grey Facebook Icon
  • Grey Twitter Icon

Nativa FM 94.1 - Todos os direitos reservados © 2020