top of page

PF realiza operação Guardiões da Infância para prender abusadores sexuais no país


A Polícia Federal desencadeou nesta terça-feira a operação Guardiões da Infância com o cumprimento de mandados de prisão decorrentes de decisões judiciais condenatórias por crimes relacionados ao abuso sexual infantil em todo o país. Cerca de 100 foragidos já foram capturados nos 26 Estados e no Distrito Federal desde o início das ações em agosto deste ano.


Conforme a Polícia Federal, os criminosos já constavam do Banco Nacional de Monitoramento de Prisões (BNMP), mas ainda estavam em liberdade.


O objetivo da operação Guardiões da Infância é “retirar do convívio social indivíduos que já haviam sido investigados, processados criminalmente e condenados, dando efetividade ao sistema de justiça criminal e impedindo que novos crimes contra crianças e adolescentes sejam cometidos”.


“O combate ao abuso sexual infantil é uma prioridade na Polícia Federal, com um trabalho amplo e complexo, tendo uma unidade especializada no tema, o Serviço de Repressão a Crimes de Ódio e Pornografia Infantil”, informou a instituição. “Iniciativas como a Operação Guardiões da Infância têm identificado e impedido a ação de centenas de abusadores e o resgate de um número relevante de crianças vítimas”, acrescentou.


Além realizar de um número expressivo de operações policiais, a Polícia Federal atua na identificação de vítimas de abuso sexual infantil, por meio da Força-Tarefa de Identificação de Vítimas, composta por policiais federais e civis especializados na tarefa de identificar vítimas a partir de imagens e vídeos, com a finalidade de resgatá-las e identificar e prender seus agressores.

bottom of page