• Douglas Dutra

Piratini passa para a bandeira vermelha e deverá fechar comércio

Atualizado: Jul 4

A região de Pelotas, da qual Piratini faz parte, passou para a bandeira vermelha do sistema de distanciamento controlado, passando para risco alto, conforme anunciado pelo governo do estado nesta sexta-feira (3). Com isso, parte do comércio deverá ficar fechado.

Com o agravamento da situação, metade das regiões passou para a bandeira vermelha, e põe 73% da população gaúcha em restrição mais severa. Nenhuma região continuou com bandeira amarela, de risco baixo.


A região de Pelotas entrou em risco alto após um aumento de 144% nas hospitalizações.


As cidades ainda têm até domingo para recorrer das definições do governo do estado, e a demarcação definitiva será determinada na segunda-feira (6).


Na bandeira vermelha, somente estabelecimentos que vendem itens essenciais podem estar abertos, mantendo 50% dos funcionários.


Restaurantes e lancherias ficam proibidos de receber clientes no local, podendo atender apenas por tele-entrega, drive-thru e pegue e leve.


Academias, serviços religiosos e serviços de higiene pessoal, como cabeleireiro e barbeiro, devem ficar fechados.


O secretário de Saúde de Piratini, Fernando Taddei, informou que a decisão de recorrer ou não da decisão será determinada em análise conjunta com os outros municípios da região, "não pode ser uma ação isolada".


Segundo balanço da Azonasul, 15 mortes já foram registradas na zona sul do estado. Piratini registrou sua primeira morte no último domingo (28).


  • Grey Facebook Icon
  • Grey Twitter Icon

Nativa FM 94.1 - Todos os direitos reservados © 2020