• Douglas Dutra

Piratini decreta situação de emergência por estiagem

O prefeito de Piratini em exercício Gilson Gomes decretou situação de emergência nesta quarta-feira (22) devido à estiagem que afeta o município nas últimas semanas.

No decreto, o prefeito aponta os impactos da estiagem na produção pecuária e agrícola de Piratini, com base em parecer da EMATER e da Secretaria de Desenvolvimento Rural do município que apontam a perda no cultivo da soja, do feijão, do milho e do tabaco, além do impacto direto na pecuária de corte e leiteira. O prefeito também considera no decreto a escassez de água para consumo humano e animal.


Segundo o decreto, a estiagem afeta com maior intensidade a área rural. De acordo com o prefeito, os danos são estimados na casa dos R$ 62 milhões, ultrapassando o próprio orçamento do município.


Este decreto contrasta com o de situação de emergência lançado em novembro do ano passado em razão dos estragos causados pelas fortes chuvas, de cerca de 500 mm, que atingiram Piratini no mês de outubro. Se em outubro as chuvas causaram transtornos, agora o transtorno é causado pela falta de chuva.


Nesta terça (21), o prefeito esteve em reunião em Porto Alegre para tratar da estiagem que atinge dezenas de municípios gaúchos, em busca de agilidade da homologação dos decretos de situação de emergência junto à Defesa Civil.


Com a situação de emergência decretada, o objetivo é facilitar o acesso a recursos federais para amenizar os efeitos da seca, além de tornar mais acessíveis financiamentos bancários aos produtores rurais afetados pela falta de água.


MAIS INFORMAÇÕES A QUALQUER MOMENTO

  • Grey Facebook Icon
  • Grey Twitter Icon

Nativa FM 94.1 - Todos os direitos reservados © 2020