• Douglas Dutra

Piratini seguirá sem aulas

Mesmo com o governo do Estado autorizando a retomada das aulas da rede estadual do Rio Grande do Sul, as escolas de Piratini continuarão com as portas fechadas.


Segundo a secretária municipal de Educação, Fransilene Madruga, não há previsão de volta às aulas presenciais em Piratini.


Ela afirma que o município não pode ser irresponsável e expor as crianças à pandemia e que "não terá aula presencial até que se tenha novos indicativos de que as aulas possam voltar com segurança". Todas as determinações para Piratini serão de acordo com os decretos mais recentes publicados pela Prefeitura.


Em setembro, no primeiro plano de volta às aulas do governo do RS, os prefeitos da Associação dos Municípios da Zona Sul (Azonasul) entraram em consenso contra o retorno das aulas presenciais. À época, os prefeitos foram unânimes ao manifestar a preocupação com o cumprimento de protocolos, despesas com EPIs, dificuldades financeiras para montar estruturas de prevenção e testagem de alunos e professores.


Nesta quarta-feira (14) o governador Eduardo Leite anunciou o calendário do retorno das aulas presenciais no Rio Grande do Sul. As primeiras turmas a voltarem nos municípios em que forem autorizadas, serão dos ensinos médio e técnico, a partir da próxima terça-feira (20). Os anos finais do ensino fundamental retornam a partir de 28 de outubro e os anos iniciais a partir de 12 de novembro.


Segundo o governador, "desde o final de julho, o estado observou uma redução nos casos, uma estabilização nas internações por coronavírus, no mês de agosto, e uma redução a partir de setembro" e o estado "fez toda a lição de casa" e está pronto para o retorno das aulas.

  • Grey Facebook Icon
  • Grey Twitter Icon

Nativa FM 94.1 - Todos os direitos reservados © 2020