top of page

Polícia Civil prende investigado pelo duplo homicídio ocorrido em Piratini


Na madrugada do dia 18 de março, no 2º Distrito de Piratini, aconteceu um duplo homicídio de um casal, além da tentativa de homicídio de um dos seus filhos. Imediatamente, a Polícia Civil passou a diligenciar para a descoberta da autoria, o que se confirmou na segunda-feira, 20 de março, ocasião em que o delegado titular delegacia local, Dr. Rafael Vitola Brodbeck, representou ao Poder Judiciário pela prisão preventiva de J.S.L., 34 anos.


Com o mandado de prisão em mãos, rapidamente concedido pela vara judicial de Piratini, a equipe da DP/Piratini, com apoio da Brigada Militar (efetivo local e Força Tática), deslocou na terça-feira, 21, para a casa do investigado para a sua captura. Não o encontrando, passou-se a efetuar buscas nas redondezas, bem como acompanhamento tático do pai do suspeito até Pinheiro Machado. Equipes discretas e ostensivas monitoraram os locais prováveis de seu esconderijo por toda a semana.


Na manhã desta quinta-feira, 30 de março, a partir de informações recebidas pela DP/Guaporé, foi efetuada a prisão do indivíduo foragido, na residência de um familiar, na localidade de Linha Quinta, Guaporé, na Serra Gaúcha. A prisão foi feita com apoio da DP/Serafina Corrêa, e mediante troca de informações com a DP/Piratini. No momento da chegada dos policiais o preso tentou fugir pelos fundos do imóvel em direção a uma mata, mas foi contido pelos policiais que cercavam o local.


Conforme a investigação, J.S.L., perpetrou os homicídios para assegurar a impunidade de um estupro de vulnerável, cometido pouco tempo antes, contra a filha das vítimas, o que levou o delegado Brodbeck a trabalhar com a linha de um homicídio qualificado.


Após os procedimentos legais o preso foi encaminhado ao presídio de Guaporé.


A investigação segue na DP/Piratini para coleta de informações adicionais e rápido fechamento do inquérito.


Informações: DP/Piratini

Comments


bottom of page