• Redação

Policial salva bebê pelo telefone

Com apenas cinco dias de idade, a pequena Anally já deu um baita susto na mãe Letícia Rosa.

Policial Daniel (à direita) ajudou a salvar Anally dando orientações por telefone

Na madrugada desta sexta-feira (23), por volta das 4h, a pequena se afogou enquanto era amamentada pela mãe, que mora no interior de Canguçu.


Muito nervosa, a mãe resolveu ligar para a Brigada Militar em busca de orientação, e foi atendida pelo policial Daniel Pedra, de Piratini.


O policial tentou manter a família calma, e deu a orientação para os pais fazerem os primeiros socorros e salvarem a criança.


"Escutamos o choro da criança pelo telefone e foi uma alegria só!", comemora o Daniel sobre o momento em que percebeu que a manobra de salvamento deu certo.


Segundo a mãe, foi fácil seguir as orientações do policial. "Um excelente profissional que manteve a calma e ensinou como fazer os primeiros socorros", afirma Letícia.


A mãe também tem muita gratidão ao policial. "Para nós, será sempre o herói da nossa princesa", diz Letícia.


Após o salvamento telefônico, a pequena Anally foi atendida pelo SAMU, e está bem.


Após o incidente, que ficará marcado na memória do policial e dos pais da criança, Daniel foi conhecer Anally e sua mãe Letícia no 4º Distrito de Canguçu. O policial classificou o encontro como emocionante.


"Só temos a agradecer pelo que esse herói fez na vida da nossa filha", comemora a mãe.