top of page

Quatro municípios gaúchos recebem unidades de Cantinhos da Leitura nesta terça-feira (11)


O projeto Nosso Cantinho da Leitura irá realizar a entrega de mais seis Cantinhos da Leitura nos municípios de Canguçu, Piratini, Pinheiro Machado e Candiota nesta terça-feira (11).


As primeiras entregas do dia foram realizadas pela manhã. Canguçu terá duas escolas contempladas, a primeira é a Escola Municipal de Ensino Fundamental Presidente Getúlio Vargas, no bairro Vila Nova e a Escola Municipal de Ensino Fundamental Presidente Castelo Branco, no 4⁰ distrito.


Outra cidade que recebeu duas caixas com muitas histórias foi Piratini, a entrega acontece na Secretaria de Educação do município e um dos Cantinhos ficará para a Escola Municipal de Educação Infantil e Ensino Fundamental Vera Maria de Azevedo Moreira, e o outro Cantinho ficará na própria Secretaria, porque a ideia é ser itinerante e assim alcançar mais alunos.


Outro município que o projeto faz sua parada é em Pinheiro Machado. A escola que receberá a ação é a EMEI Pinheirinho que ganhará seu Cantinhos da Leitura. Para finalizar o dia, o município de Candiota recebe seu Cantinho da Leitura. A escola abraçada pelo projeto é a Escola Municipal de Ensino Fundamental Neli Betemps.


As escolas receberão uma caixa com 50 exemplares de livros de autores afro-brasileiros e indígenas, 10 bonecas de pano de personagens variados (produzidas pela Rosas Negras) para deixar o espaço ainda mais lúdico e educativo, além de uma capulana para enriquecer o espaço do cantinho e 5 unidades de Giz de cera com 24 tons de pele. O material tem o intuito de estimular a leitura dos pequenos e celebrar a diversidade, criando uma maior interação entre alunos e professores. Além de oportunizar experiências com leituras que tragam representatividade.


O projeto já esteve em 12 municípios fazendo as entregas de Cantinhos da Leitura em escolas municipais. A coordenadora do projeto Cristiane Ostermann conta do entusiasmo que foi a experiência dessas primeiras entregas e que: “Não foi só a alegria das crianças e a surpresa que elas tiveram ao ver as obras, os bonecos. Mas principalmente, também o entusiasmo dos professores. Percebemos o quanto eles estão cientes da importância da gente oferecer essa literatura afro-brasileira e indígena para as crianças, da importância que o projeto tem no sentido de celebrar a vida. Porque para nós como projeto Nosso Cantinho da Leitura, acreditamos que a diversidade é sinônimo de vida.”


Sobre o projeto


Nosso Cantinho da Leitura é uma iniciativa para fomentar a leitura na primeira infância e trazer representatividade, que as escolas tenham espaços de troca de professor e aluno e que os pequenos possam se identificar com os personagens dos livros.


Ao todo serão 40 cantinhos entregues. Os outros municípios contemplados pelo projeto são: Arroio dos Ratos, Pantano Grande, Mariana Pimentel, Guaíba, Minas do Leão, Encruzilhada do Sul, Candiota, Pinheiro Machado, São Jerônimo, Rio Pardo, Cristal, Piratini, Charqueadas, Cachoeira do Sul, São Francisco de Assis, São Gabriel, Tapes, Lavras do Sul, General Câmara, Santana da Boa Vista, Camaquã e Canguçu.


A iniciativa tem como propósito distribuir 50 títulos para cada instituição, que priorizem as temáticas afro-brasileira e indígena e colaborem para o cumprimento das Leis 10639/2003 e 11645/2008 e das Diretrizes Curriculares Nacionais para a Educação das Relações Étnicoraciais, que trazem a obrigatoriedade da presença desses temas nos currículos escolares.


Viabilizado por meio da Lei Federal de Incentivo à Cultura, o projeto Nosso Cantinho da Leitura conta com o patrocínio da CMPC e tem como objetivo colaborar com a diversidade do acervo literário de escolas públicas e/ou centros municipais de Educação Infantil e fomentar o hábito da leitura desde os primeiros anos de vida.


Das obras para escolas à formação de professores


A escolha pela educação infantil é pelo fato de o desenvolvimento integral da criança em seus aspectos psicológico, físico, intelectual e social ser extremamente importante nessa faixa etária. CMPC, parceira do projeto, tem uma forte atuação social para promover uma melhor qualidade de vida e educação para a população.


Além dos materiais, a iniciativa também vai contar com formação online para professores dos municípios contemplados, além de conteúdos de contação de histórias gravados por autores de diversas regiões do Brasil. Os encontros têm como intuito que os professores possam conhecer em detalhes os títulos do acervo e a importância do tratamento desses temas e, ainda, tenham acesso a sugestões de atividades para qualificar a experiência com seus alunos.


O objetivo é que os alunos conheçam a diversidade, se sintam representados e tenham a convicção de que todos e todas podem contar suas histórias.


Para saber mais sobre "O Nosso Cantinho da Leitura", contate: (51) 9.92.36-15.74 Tamires Moraes, assessora de imprensa.

bottom of page