• Douglas Dutra

Todo RS entra em bandeira preta no sábado

O governador Eduardo Leite anunciou em uma live no fim da tarde desta quinta-feira (25) que todo o Rio Grande do Sul entrará em bandeira preta na próxima rodada do modelo de distanciamento controlado. A bandeira preta é a máxima do distanciamento controlado e representa risco altíssimo de contágio por coronavírus. As novas restrições entram em vigor a partir do sábado (27) até o domingo 7 de março.


Diferente da semana anterior, prefeituras e associações de municípios não poderão adotar a cogestão, em que podem se adotar medidas mais brandas.


"Nós nunca vimos um avanço tão acelerado de internações como estamos vendo agora", disse o governador.


Desde terça-feira (23) a região de Pelotas, da qual Piratini faz parte, está em bandeira vermelha.


Nesta quinta-feira (25) Piratini registrou 10 novos casos de Covid-19. O Rio Grande do Sul tem um total de 624.831 casos e 12.149 óbitos, 5.810 casos e 120 óbitos registrados nesta quinta.


Na última semana, Piratini registrou 35 novos casos.


No estado, a ocupação de leitos de UTI adulto é de 90,7%. Na região de Pelotas, a ocupação de UTIs é de 87,3%.


Veja algumas restrições da bandeira preta:

Serviços essenciais à manutenção da vida (assistência à saúde e social) - seguem operando com 100% dos trabalhadores e atendimento presencial.

Serviços em geral, restaurantes (à la carte ou com prato feito), lanchonetes, lancherias e bares - podem funcionar apenas com telentrega e pague e leve, e 25% da equipe de trabalhadores.

Salões de cabeleireiro e barbeiro - permanecem fechados, assim como serviços domésticos.

Comércio atacadista e varejista de itens essenciais - seja na rua ou em centros comerciais e shoppings, podem funcionar de forma presencial, mas com restrições; equipes de no máximo 25% dos trabalhadores são permitidas.

Comércio de veículos, comércio atacadista e varejista não essenciais - tanto de rua como em centros comerciais e shoppings, ficam fechados.

Educação Infantil em creches e pré-escolas, Ensino Fundamental, de anos iniciais e finais, o Ensino Médio e Técnico e o Ensino Superior (incluindo graduação e pós-graduação) - só podem ocorrer de forma remota.

Ensino presencial - aulas suspensas tanto na rede pública quanto na rede privada. É permitido, com restrições, atendimento individualizado e sob agendamento, apenas para atividades práticas essenciais para conclusão de curso de Ensino Médio Técnico, Ensino Superior e pós-graduação da área da saúde, com 50% alunos e 50% dos professores

Atividades de laboratório, necessárias à manutenção de seres vivos - podem ser realizadas presencialmente, com no máximo 25% da equipe ao mesmo tempo.

Cursos de dança, música, idiomas e esportes - não têm permissão para funcionar presencialmente.

Parques temáticos, zoológicos, teatros, auditórios, casas de espetáculos e shows, circos, cinemas e bibliotecas - proibidos de funcionar.

Academias, centros de treinamento, quadras, clubes sociais e esportivos - também devem permanecer fechados.

Áreas comuns de lazer dos condomínios - devem permanecer fechadas, incluindo academias.

Locais públicos abertos, como parques, praças, faixa de areia e mar - devem ser utilizados somente para circulação, respeitado o distanciamento interpessoal e o uso obrigatório e correto de máscaras. É proibida a permanência nesses locais.

Missas e serviços religiosos - podem operar sem atendimento ao público, com 25% dos trabalhadores, para captação de áudio e vídeo das celebrações.

Bancos, lotéricas e similares - podem realizar atendimento individual, sob agendamento, com 50% dos funcionários.

Transporte coletivo municipal e metropolitano de passageiros - é permitido ocupar 50% da capacidade total do veículo, com janelas abertas.


Veja todos os protocolos:


Com informações de Jornal do Comércio

Siga-nos

  • Grey Facebook Icon
  • Grey Twitter Icon

Nativa FM 94.1 - Todos os direitos reservados © 2020