• Grey Facebook Icon
  • Grey Twitter Icon

Nativa FM 94.1 - Todos os direitos reservados © 2019

Polícia prende empresário por receptação de material furtado do Ponche Verde

15/5/2018

O delegado Rafael Vitola Brodbeck só não está surpreso com o resultado do cumprimento de um mandado de busca e apreensão deferido pelo juiz da comarca e executado na tarde de ontem, segunda-feira (15/05), porque o receptador já tem ficha policial e é processado ou investigado por tráfico de drogas e participação em homicídio.

 

Com 39 anos e proprietário de uma lancheria e uma loja de confecções na Avenida Gomes Jardim, o empresário foi flagrado com material de construção furtado do Instituto Estadual de Educação Ponche Verde, em reformas há dois meses.

 

O produto do furto foi encontrado pela Polícia Civil no depósito dos endereços comerciais, e repassado ao receptador por um funcionário da empresa que executa a obra.

 

Ele, M.S.G., foi levado à delegacia sendo libertado para responder o processo ao pagar fiança arbitrada pelo delegado em R$ 1.800,00.

 

“O receptador, sua companheira e o funcionário responsável pelo furto apresentaram três versões diferentes para justificar o motivo o qual o produto levado da escola se encontrava onde flagramos, o que demonstra o não encadeamento dos fatos conforme a lógica de cada um” comentou Brodbeck.

 

Conforme o delegado o produto furtado seria ou foi trocado por dinheiro, drogas ou algum outro objeto. A ação do funcionário da reforma, que tentou justificar seu ato por não ter recebido segundo ele o vale-refeição, irritou o policial.

 

“Há uma perda de referencial moral terrível. Este caso é mais um que demonstra que parece ser moral ter vantagem sobre os outros, e em minha opinião as pessoas tem muitas vezes governantes corruptos e canalhas por também serem assim. Esse empresário não se emenda e enquanto ele estiver cometendo crimes estaremos no seu encalço”, finalizou.

Compartilhar
Compartilhar
Please reload

Please reload