• Grey Facebook Icon
  • Grey Twitter Icon

Nativa FM 94.1 - Todos os direitos reservados © 2019

Vacinação contra a gripe é prorrogada novamente

14/6/2018

O Ministério da Saúde (MS) anunciou a prorrogação da Campanha Nacional de Vacinação Contra a Gripe até 22 de junho. Anunciada ontem, quarta-feira (13/06), esta é a segunda vez que a data do fim da campanha de vacinação é alterada — inicialmente era para finalizar em 1º de junho, mas, por conta da greve dos caminhoneiros, a data havia sido prorrogada para 15 de junho. 

 

A nova prorrogação aconteceu devido a preocupação do Ministério da Saúde com a proximidade do inverno, período de maior circulação dos vírus da gripe, e o número de casos e mortes registrados no Brasil — que já dobraram na comparação com o mesmo período do ano passado.

 

 

Apesar de no Estado o número de mortes ser menor do que no mesmo período de 2017, a Secretaria Estadual de Saúde (SES) decidiu seguir a orientação do governo federal e prorrogou o período de vacinação no Estado até o dia 22.  A recomendação será repassada às prefeituras. No total, 77,2% das pessoas que compõem os grupos prioritários foram imunizadas. A meta é 90%.

 

A SES ampliou nesta semana a vacinação nas unidades de saúde para crianças entre 5 e 9 anos e adultos de 50 a 59 anos. Conforme o último levantamento divulgado, a taxa de vacinação em crianças até cinco anos ainda é baixa — apenas 54,8% desta faixa etária receberam a dose da vacina.

 

Em Porto Alegre, a campanha também foi prorrogada para toda a população, mantendo como prioridade os públicos-alvo. Conforme a Secretaria Municipal de Saúde, desde o início da campanha, a Capital vacinou 73,60% das pessoas que integram os grupos prioritários. O último levantamento aponta que os grupos com menor percentual de imunizados são o de crianças (48,98%) e gestantes (51,51%). Os demais superaram 60%: professores (75,87%), trabalhadores da saúde (72,27%), mulheres até 45 dias após o parto (78,93%), idosos (83,97%) e indígenas (88,57%).

 

Compartilhar
Compartilhar
Please reload

Please reload