Pescador encontra bebê em pleno mar na Nova Zelândia

5/11/2018

 

Um pescador da Nova Zelândia resgatou um bebê de 18 meses do meio do oceano.

 

Gus Hutt estava acampando em uma praia em Matata, na Ilha do Norte, e saiu para pescar. Foi quando viu uma pequena figura flutuando na água.

Ele só percebeu que era uma criança quando o menino "deixou escapar um gritinho".

 

"Eu achei que fosse uma boneca. Mesmo quando eu o segurei pelo braço, ainda achei que fosse uma boneca", disse Hutt a um jornal local.

 

"Seu rosto parecia de porcelana e seu cabelo estava molhado, mas quando ele deixou escapar um gritinho eu pensei: 'Ó Deus, é um bebê, e ele está vivo'."

 

'Não era a hora dele'

 

Hutt estava hospedado no Acampamento de Férias do Murphy, na cidade litorânea de Matata, e costumava sair de manhã cedo direto do camping para pescar na praia.

Justo em 26 de outubro ele resolveu pescar em um local diferente, 100 metros para a esquerda.

Eram 6h15 da manhã. Depois de checar suas linhas de pesca, ele avistou o menino flutuando na água. "Ele estava flutuando (em direção ao mar) em um ritmo constante... Se fosse apenas um minuto depois, eu não o teria visto", disse Hutt.

 

"Ele foi muito sortudo. Acho que simplesmente não era a hora dele."

 

A mulher de Hutt, Sue, alertou os serviços de emergência e chamou os funcionários do acampamento, que disseram que apenas um casal entre os hóspedes estava com um bebê.

Ele havia saído da barraca dos pais abrindo o zíper e depois foi parar na água.

"Aparentemente o garotinho estava muito empolgado por estar na praia. Era a primeira noite da família aqui, a primeira vez que eles se hospedavam aqui", disse a sócia do acampamento Rebecca Salter à BBC.

"Hutt é pescador e um dos nossos clientes assíduos. Ele trouxe o bebê para nós. Enrolamos ele em algumas toalhas e Sue foi informar os pais."

 

 

 

Compartilhar
Compartilhar
Please reload

Please reload

Siga-nos

  • Grey Facebook Icon
  • Grey Twitter Icon

Nativa FM 94.1 - Todos os direitos reservados © 2020