• Grey Facebook Icon
  • Grey Twitter Icon

Nativa FM 94.1 - Todos os direitos reservados © 2019

ESPECIAL MULHERES: Fio Farroupilha, a marca criada pela Piratiniense que conquistou o Estado

3/5/2018

 O Fio farroupilha começou há mais de 10 anos, onde um grupo de mulheres se reunia na associação comunitária da ponte do império, e juntamente com a emater, em uma das trocas de extensionistas, descobriram a lã e suas derivações de artesanato.

 

Andreia, que por ser criadora de ovinos juntamente com o marido já era uma frequentadora assídua da feovelha e amante da lã e todo material exposto com ela na feira, diz que sentia muita vontade de fazer algo parecido e não se acomodar apenas à função do marido.

 

“Cada uma das integrantes do grupo tinham seus talentos, algumas no crochê, outras no tricô. Então juntamos tudo isso e montamos um grupo de artesanato em lã, e começamos a expor”, relata Andreia, hoje proprietária da marca.

 

Simultaneamente, Marina Sinotti, veterinária da Emater chegou ao município e começou o trabalho junto com o grupo. A partir daí, os estudos foram se aprimorando e o grupo expondo, crescendo e se juntando a associações como a do Passo da Canoa e do Barrocão – formadas também somente por mulheres.

 

Porém, como todo trabalho de qualidade, a marca chegou a um momento que precisou de investimento maior para se expandir, e nesse momento a mão de obra do restante do grupo começou a diminuir, até que restou apenas Andreia e sua mãe, que hoje administram a Fio Farroupilha.

 

 

“O apoio da minha mãe e também da minha filha, que sempre estão dispostas a me auxiliar foi fundamental.” Andreia, que continua morando no interior e cuidando desde o início da produção, pela lã de suas ovelhas, onde tudo começou, cuida também das áreas de venda, administração, marketing e contabilidade da empresa.

 

Marina Sinotti relata: “Um dos maiores motivos da minha admiração por Andreia, é que não é somente uma peça para te proteger do frio, não é só o tricô, não é só o crochê. É uma combinação de cores, é um estudo em cima do que é tendência, da temática do pampa, da moda. Esse é o diferencial.”.

 

Há anos a marca fio farroupilha já tem seu lugar consagrado em feiras de lã de todo Rio Grande do Sul, inclusive na Expointer, que é a vitrine do segmento no Estado, e também realiza as vendas de suas peças – todas artesanais e detalhadas manualmente desde a qualidade do ovino e sua lã, o que as torna únicas - , também no site.

 

 Ateliê onde as peças são produzidas artesanalmente

 

Andreia ainda diz: “havia uma lacuna a ser preenchida, um publico que precisava desse produto, que não tinha na região.” E conclui: “a gente tem que se adptar as necessidades atuais, seguindo o tradicional.”.

 

O lançamento da coleção 2018 Fio Farroupilha aconteceu recentemente nas dependências externas do Museu Histórico Farroupilha. E a entrada, 1kg de alimento não perecível, arrecadou alimentos que foram repassados para a APAE de Piratini.

 

Para mais informações sobre a marca, acesse: https://www.facebook.com/FioFarroupilha/

 

 

 

Compartilhar
Compartilhar
Please reload

Please reload